Libertação

fevereiro 18, 2013 brybru

O Caminho da Libertação é longo e estranho.

Um caminho que vai te levar ao infinito, à todas as possibilidades do viver. E quando puderes desconstruir os teus medos, todas essas possibilidades serão de alegria e prazer.

Basta um primeiro passo nessa trilha, que ela se ampliará 5 vezes. Basta estar atento ao caminho. Basta nunca deixar de buscar.

Tendo iniciado minha trilha à alguns anos, e nesta madrugada insone completo mais uma etapa do caminho. Sendo sempre uma buscadora, a cada nova lição, uma oportunidade na vida de aplicá-la. Sempre foi assim. Mas, sou também um ser acostumado às lamentações. Hábito adquirido na vida, convivência com pais, cristãos e afins, que adoram gabar-se de sua cruz. Sem culpabilizá-los nem responsabilizá-los. Foram o que podiam ser. Expressaram o que puderam expressar. Mas, enganados pelo engodo do paraíso além, cultuavam a tristeza, a pobreza e o desmerecimento. Creio que seja destas coisas a maior expressão da libertação. Libertar-se da cruz, da tristeza, da culpabilidade e do medo. Da certeza do premio posteriori.

Existe uma eternidade? Sim, existe. A felicidade está nela, além de nossa experiência humana? Não. A felicidade está aqui, agora, neste instante único que é onde estou sendo. O meu, o nosso, merecimento está aqui. Como filhos e centelhas do criador, temos a mesma luz e a mesma capacidade de construir felicidade. Agora.

A grande libertação é esta.

Hoje, nesta madrugada, me liberto mais uma vez. Mais uma fase vencida, como em um jogo de videogame. Olho para essa mania de lamentar-me e digo um grande e sonoro: Basta!

Basta também à ideia de que tenho que salvar o mundo. Basta à crença que mereço castigo pelos erros cometidos. Como criança e aprendiz, o erro é válido para o crescimento, e não deve ser considerado uma dívida eterna. O Karma é apenas Karma, e a culpa e castigo a ele associados são ideias ocidentais que algumas religiões incorporam para melhor controle.

Como criança erro, e como criança aprendo. Como criança, meus verdadeiros pais, criadores do universo, me permitem brincar de viver. Não mais me culpar. Não mais me redimir de forma degradante, assumindo a responsabilidade dos meus e dos erros alheios.

Basta a esta postura de boa moça, enfermeira, que sofre para diminuir o sofrimento alheio. Posso auxiliar neste processo de retomada da alegria do outro, mas somente contribuindo para a sua libertação. Basta de encaminhar a sombra alheia. Este fantasma é seu, meu querido. Esta sombra é tua e você é quem tem que lidar com ela.

Liberto-me de sua sombra. E faço isso iluminando a minha. Olhando-a de frente e encarando meu lado sombrio. E expulso tudo o que não é meu. Saiam do meu espaço. Retirem-se com seus traumas e seus problemas. Busquem a sua libertação e, parodiando Neruda, deixem de em mim se buscar como se a mim houvessem perdido. Busquem-se em si mesmos. A resposta está, como semente, aguardando o momento de nascer, o momento de seu próprio renascimento em flor, dentro de cada um de vocês.

Deixem-me respirar, porque vossa culpa e vosso medo se refletem nos meus. E à partir deste instante, mais uma libertação!

Anúncios

Entry Filed under: Sem categoria

One Comment Add your own

  • 1. Aneci Fernandes  |  fevereiro 18, 2013 às 7:59 pm

    Bela descoberta. E que continue nesse caminho mágico de intereção com o físico e o não físico.
    Boa caminhada, Leonina.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

fevereiro 2013
S T Q Q S S D
« dez   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: