Casa de minha mãe – 12/09/2010

outubro 14, 2011 brybru

Colocando sonhos em dia!

Estava na minha casa e que também era casa da minha mãe. Era uma casa bem grande, com muitos quartos, amplos.  Pé direito duplo, bastante clara e iluminada. A mulher responsável pela limpeza da casa teve um problema familiar, recebeu um telefonema e foi embora, deixando o serviço por fazer. Mas a casa não estava suja. Não faria diferença a ausência da empregada.

A sala estava vazia , apenas algumas cortinas . Os quartos eram aconchegantes , mas os pisos estavam forrados com um lençol rosa, grosso, que pretendia ocultar a má conservação do carpete. Algumas manchas eram visíveis através do lençol.

Haviam algumas pessoas na casa. Desconhecidos desta existência No canto da sala havia uma grande janela de vidro. Ocupava a parede toda em altura. E a vista dava para o mar, e mais lateralmente pra uma avenida movimentada.

A janela se abria e eu podia pisar na areia. Vi estrelas do mar, conchas e uma areia macia. Molhei os meus pés na água. Chamei o cão da casa para brincar na areia. Eu penso que apesar de faltarem muitas coisas nesta casa – móveis e organização – eu sou feliz porque posso ver o mar e sair e já pisar na areia.

Lembro-me e ter esperanças de ver você passar pela avenida, e eu achava que já havia te superado.

IRL – Postando sonhos antigos anotados em caderno por mera falta de tempo no cotidiano. Em um primeiro momento me parece um sonho sem muita importância. Mas agora, um ano após ter sido sonhado, vejo elementos que mereciam a atenção e pediam pelo completo resgate para a consciência.

A casa. Esta é minha mas não de todo minha. É também da minha mãe. Ou seja, o sonho fala de mim, mas fala do que herdei da forma de pensar e de ser de minha mãe. Neste momento me encontro desprovida de muito mobiliário. Tenho impressão de estar clean, um estado de consciência mais limpo, sem necessidades de objetos de apego, representados pelos móveis.  Não há muita necessidade de ajuda externa para manter esse estado de clareza, de limpeza. A não ser o quarto. No lugar de maior intimidade um pano rosa esconde o mofo, a  energia parada, estagnada, a umidade da falta de luz. O rosa sempre nos evoca à fantasia. Cor que remete à falta do senso de realidade…ver o mundo cor de rosa representa não ver a realidade, fantasiar e tornar belo algo que talvez não seja. Neste espaço ligado às relações mais íntimas há algo estragado, manchado e escondido por uma fantasia. Essa fantasia pode se remeter às pessoas desconhecidas no ambiente.

Mas tem coisas muito positivas na casa. A vista para o mar, quase uma abertura integral para o domínio das emoções. O mar, o imenso mar de sentimentos.  A praia onde me aventuro representa o encontro do meu racional com meu emocional. A consciência indo de encontro à inconsciência. O encontro se dá suavemente, o local tem elementos de esperança e de feminilidade, estrela e conchas do mar. O cão que brinca na areia fala da tranquilidade desse encontro.

E, em meio à tranquilidade desse estado, um fluxo de movimento se expressa. A energia passa pela avenida. A vida e pensamentos continuam a fluir.

Observo sobre o sentimento de resgate de uma questão ainda não resolvida, quando me descubro te esperando passar pela avenida e constato que não houve superação dessa relação. Talvez você seja a representação do mofo no quarto.

E para finalizar, ao reescrever este sonho mais antigo me dou conta que a avenida sonhada é de fato um local recorrente em meus sonhos. Recordo-me desta mesma avenida em dois outros sonhos, em um dos quais ela era rota para tua casa. Recordações?

Anúncios

Entry Filed under: Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

outubro 2011
S T Q Q S S D
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: