Viagem

outubro 15, 2009 brybru

Sou uma sonhadora medrosa. E tenho também algumas crenças populares que acabo usando como recurso para diminuir meus medos. Como ter uma vaga idéia do futuro ao captar em sonhos as vibrações do astral – mundo no qual as idéias a serem concretizadas são construídas – é uma prática pra mim, então decidi contar pra todos, pra que isto não se concretize da forma que imaginei. Tenho tido uma dorzinha extranha na vida concreta. E vou realizar um exame hoje. Creio que é apenas fruto dos meus excessos, tanto alimentares quanto de exposição às energias alheias. Assim como um pararraio, sem estar aterrada…Mas, confesso meus medos da situação. Existe uma história familiar de doença pela qual eu não desejo passar. Daí meu medo. Daí meu sonho.

“Estava com todos meus familiares que já faleceram. Minha mãe, meu irmão que adoeceu do que eu tenho medo e meu pai. Estávamos nos preparando para uma viagem. Eu não estava pronta. Eu nunca estou, as coisas meio que acontecem na marra e na correria comigo. Minha mãe me dava um rato. Ela dizia que era um rato da raça, ele era muito lindo, cinzinha claro, com grandes orelhas arredondadas. Mas eu ficava com o medo do rato, e pisava nele, sem querer. E eu ficava pulando e subindo em qualquer lugar alto para evitar o ratinho. Meu irmão, meio parecido com meu filho (sempre achei-os muito parecidos)me dizia que tinha dessenterrado a máquina fotográfica e estava bem feliz por sua bateria estar funcionando. Ela havia conservado sua energia. E para meu pai, trabalhando como dono e caixa de um mercado, aborrecido como sempre, eu pedia que fosse buscar uns sonhos pra mim. Vi alguns homens carregando seus sonhos, alguns grandes, outros menores, mas todos lindos, recheados. Eu não poderia partir sem meus sonhos.”

ano-do-rato-web

IRL – Primeiro símbolo. Todos os familiares falecidos e uma viagem. Tenho a impressão que querem que eu me vá. Alguns amigos em presságios tem me dito que algo paira no ar. Eles captam que existe algo, uma situação a ser vivênciada. O que varia é o “sujeito” dessa transformação, da morte. Até o meu cão já teve seu lugar nesse presságio. Pois é…creio que não é bem o cão ou outra pessoa. Com certeza esta é a minha tranformação. Em que nível essa mudança se dará é onde reside a questão e os meus medos. Físico, espiritual, mental ou emocional?

O rato. Símbolo de mau presságio em algumas tradições, de morte. De acordo com Freud, pode também significar desejo sexual reprimido, o que também é uma morte, e associação com a riqueza e avareza. Menos mal. Na Ilíada, é associado ao deus Apolo em sua dupla face, o rato que destrói e traz a peste, e o deus que cuida da colheita e protege-a das pestes e dos ratos. Símbolo ambíguo de fartura e morte.

No horóscopo chinês, o rato, o primeiro dos signos, é símbolo de riqueza, fartura e de apropriação indébita. Buda chama os animais da terra para entregar uma missão específica a cada um. São doze os animais que o atendem. O dócil búfalo, seria o primeiro a chegar, sinal de obediência, trabalho e paciência. Mas o astuto rato, vem escondido de carona nas costas do boi, que ao reverenciar Buda, deixa que o rato chegue me primeiro lugar e receba as honras. A cor cinza, na psicologia, é a cor que iguala todas as coisas. Pode significar desanimo, chatice, indeterminação e passado.

Mas eu piso no rato cinza. Eu tenho medo dele. Na vida concreta nunca tive medo de ratos. Eu piso no que é ruim e no que é bom. Na morte, na cura e na fartura. E tem a bateria que tem muita energia ainda. A máquina de guardar impressões e memórias ainda tem muita coisa pra registrar. Surpreendetemente, o que estava enterrado é redescoberto e pode registrar muita coisa ainda. E ainda eu peço para meu pai buscar meus sonhos. Muitos dos quais ele é o dono. Muitos dos sonhos que quero são sonhos dele. Mas eu não posso viajar sem levar os meus sonhos.

Paz e Luz a todos. Esse foi hard.

 

Anúncios

Entry Filed under: Sem categoria

One Comment Add your own

  • 1. Aneci  |  outubro 15, 2009 às 7:04 pm

    Bem, o q tenho a dizer é q a morte é símbolo de fim mas não necessáriamente da vida física.
    No Tarôt das Bruxas, a morte está representada por uma mulher semi nua, com o ventre à mostra: transformação. As pessoas desencarnadas, nesse caso me parecem mais a energia da máquina. Uma vez q estás a lutar contra o rato sozinha, a família, apesar de desencarnada, vem ao teu auxílio.
    Td mudança é dolorosa e por isso q precisamos sempre contar com alguém de confiança.
    Teu filho, teu irmão, teu pai, são os homens q te ensinaram a ser quem és de forma directa ou indirecta.
    Qto aos sonhos, quem não os tem não os vive…
    Afinal o q é a vida se não a realização de sonhos?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

outubro 2009
S T Q Q S S D
« set   nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: